EMOÇÃO

Repórter da Globo se emociona com relato e choro de entrevistada com fome

Bruno Pinto

Os telespectadores que assistiram ao “Encontro” desta quinta-feira (14), notaram o clima de comoção que acabou se formando durante uma entrevista. Ao falar sobre as imensas filas formadas em vários pontos do país para a atualização do Cadastro Único, o que garante o recebimento de benefícios sociais do governo, diversas pessoas relataram as dificuldades para conseguir uma senha de atendimento e uma emocionou muita gente, inclusive o repórter que a entrevistava.

André Curvello acompanhou a saga dessas milhares de pessoas que estão passando pela situação complicada e destacou a luta diária de uma senhora que está em busca de comida e fonte de renda em um país que ultrapassou a marca de 11 milhões de desempregados: “Quando o sol aparece, revela a fila que começou quando ainda era noite. A Sueli nos mostra o que fez para enfrentar o frio da madrugada e o desconforto da calçada. O pior, é que tudo isso é quase nada diante da fome”, iniciou o jornalista.

Ao conversar com o repórter, Dona Sueli, que mora no Rio de Janeiro, não conseguiu segurar a emoção em decorrência do momento difícil em que se encontra e acabou indo às lágrimas ao revelar o que está fazendo para conseguir se alimentar: “Eu estou desempregada. Sem trabalho, fico catando latinhas. A minha situação está tão precária, que eu estou tendo que cozinhar na lenha”. Diante do relato da entrevistada, Curvello ficou visivelmente emocionado.

Assim que a reportagem foi ao ar, diversos internautas usaram suas redes sociais para comentar o caso de alguns entrevistados. Identificada como Luísa Guimarães, a moça disse: “Liguei a tv e me deparei com uma reportagem super tocante (é triste) no ‘Encontro’. Uma fala de uma mulher na fila para tentar garantir os benefícios sociais chamou a atenção ‘é bom para gente, que tá nessa situação, deixar de lado ideologias e pensar mais na política'”.

Confira!