EM BAIXA

‘No Limite’ afunda audiência da Globo e registra pior temporada da história

Bruno Pinto

Após insistir que o “No Limite” é um sucesso de público, mesmo com números apontando exatamente o contrário, a direção da Rede Globo colocou no ar a sexta temporada do reality. Ciente das duras críticas recebidas, os executivos da emissora dos Marinho promoveram uma série de mudanças, como a substituição de André Marques por Fernando Fernandes, além de compor o elenco apenas com pessoas anônimas. Porém, nada surtiu o efeito esperado e o reality show de sobrevivência encerrou com uma marca nada positiva.

Segundo dados consolidados divulgados pelo portal TV Pop, o “No Limite” fechou a sexta edição, que contou com 20 episódios exibidos duas vezes na semana, com 16,1 pontos de média na Grande São Paulo. O resultado é tão ruim, que além de apontar uma grande redução quando comparado com os números registrados na temporada anterior, representa também um recorde negativo pelo segundo ano consecutivo, deixando a temporada que chegou ao fim na noite desta quinta-feira (07), com o pior índice de audiência de toda a história da competição.

Embora os resultados desastrosos estejam causando muitas dores de cabeça nos bastidores da emissora dos Marinho, os executivos ainda acreditam no formato da atração que chegou a marcar quase 50 pontos de média em sua primeira edição, comandada por Zeca Camargo na época. Sendo assim, antes mesmo da sexta temporada chegar ao fim, a sétima foi anunciada pelo canal e, sem tempo a perder, até mesmo as inscrições já foram devidamente abertas.

Vale desatacar que a situação da última edição “No Limite”, que não é nada positiva quando avaliada por completa, fica ainda mais complicada ao ser analisada de forma individual. Isso porque, além oscilar muito entre um episódio e outro, a atração apresentada por Fernando Fernandes acabou registrando o pior número no Ibope da temporada em plena semifinal, exibida nesta terça-feira (06). Em um determinado momento da briga pela audiência, a Globo marcou apenas 9,7 pontos na capital paulista, perdeu a liderança para o SBT e ainda foi humilhada pela concorrente, que marcou 22,5 pontos com a transmissão de um jogo do Corinthians na Libertadores.