Alvo de críticas

Globo é detonada após fazer samba sobre assassinato, estupro e pantanal

Vitor Caique

E mais uma vez o programa “Encontro“, sob o comando a apresentadora Patricia Poeta, da TV Globo, foi alvo de comentários negativos e críticas vindo do público. A atração diária na programação da emissora sempre está entre os assuntos mais comentados, ainda mais com um novo formato, novos apresentadores e despencando de audiência, desde que a jornalista Fátima Bernardes deixou o comando do programa.

A nova polêmica envolvendo a atração de entretenimento da Globo é um quadro, chamado de “Cantando Notícias”, criado pelo cantor Edu Krieger. A intenção do projeto é falar sobre as principais noticias da semana de um jeito descontraído e leve, fazendo uma paródia sobre os acontecidos, seja eles bons ou ruins, “divertindo” os telespectadores que acompanham o “Encontro“.

Mas aparentemente, o quadro que era pra ser leve e descontraído para o público, deixou a desejar e passou um pouco dos limites. Com exibição nesta sexta-feira (15), alguns acontecimentos considerados trágicos e pesados viraram samba, com uma “pegada” cômica. O assassinato do ex-primeiro ministro japonês Shinzo Abe, a prisão em flagrante do médico anestesista por estupro e um incêndio em São Paulo fora pauta do quadro.

Com as imagens no ar, exibidas ao vivo do programa, diversos seguidores comentaram sobre o momento, criticando a postura da emissora. “Que mau gosto meu deus… a edição estilo youtube e música ‘alegrinha’ enquanto mostra imagens do pai de família que foi assassinado e do estuprador”, comentou uma internauta. “Nada como um bom sambinha pra ajudar a falar sobre assassinato, estupro e pantanal não é mesmo?”, ironizou um seguidor.