AO VIVO

Fátima Bernardes faz desabafo sobre namoro à distância com Túlio Gadêlha

Bruno Pinto

Em um mês repleto de comemorações em decorrência dos dez anos que o “Encontro” está fazendo, Fátima Bernardes “recebeu” uma convidada mais do que especial. Por meio de um link ao vivo, a apresentadora conversou com Ana Maria Braga e juntas relembraram momentos inesquecíveis. Além falar sobre as novidades em sua carreira, a nova comandante do “The Voice Brasil” abriu o coração ao expor detalhes de seu relacionamento com o Deputado Federal Túlio Gadêlha.

Assim que foi indagada pela comandante do “Mais Você”, Fátima contou como faz para lidar com a distância, algo que se tornou uma característica de seu namoro: “Foram várias coisas [que me levaram a tomar a decisão de deixar o programa diário]. Eu cheguei a brincar que namorar à distância tem que ter muita maturidade e isso é a mais pura verdade. A gente tem que ter muita confiança, temos que ficar bem e feliz, porque senão você infernizando a vida um do outro”.

Na sequência, a jornalista ressaltou que os pombinhos vivem em cidades distantes e que precisam se virar como podem para matar a saudade: “A gente tem muita tranquilidade para viver quando estamos longe e a gente aproveita cada minuto quando estamos juntos. Essa companhia, parceria e amor que tenho por ele, foi algo tão inesperado em minha vida… Ele tem uma vida que o obriga a estar em Brasília e no Rio e então nós temos um triângulo nesse país continental. Eu queria que o Brasil fosse menor”.

Em um outro momento do bate-papo, Fátima revelou algo que conversou com uma pessoa próxima enquanto ainda estava solteira e brincou com a situação: “Eu falava com uma amiga, que sonhava em redescobrir o amor, não precisando sequer ser do Rio. Eu só esqueci de dizer para Deus que poderia ser perto, como São Paulo, Vitória e Minas gerais, mas fomos pra Recife. A gente quer sempre estar juntos e essa foi uma das motivações”.

Por fim, a nova apresentadora do “The Voice Brasil” ressaltou outros acontecimentos que a fez refletir sobre o seu futuro na televisão: “Eu tive a questão do câncer que me fez refletir muita coisa e eu tinha medo de chegar em um momento e dizer assim: ‘Quando é que vou destinar um tempo pra mim? Eu trabalho desde os 16 anos. Dava aula de dança, logo depois eu emendei no jornalismo. Então, desde nova, eu tenho pra quem responder e foram muitos anos intensos. Foi uma dedicação imensa, necessária e apaixonante, que eu consegui conciliar muito bem com a minha vida”.