Gasolina

Bolsonaro tenta fazer ‘média’ com eleitores e visita posto de gasolina em Brasília

Vitor Caique

O presidente da república Jair Bolsonaro (PL), visitou um posto de gasolina em Brasília, com intuito de verificar os valores dos combustíveis. Acompanhado do ministro de Minas e Energia, Adolfo Saschida, do do ministro da Justiça, Anderson Torres, e do chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Heleno, o político passeou pelo local dizendo sobre as medidas do governo para a redução de valores dos combustíveis.

No local, Jair e Saschida falaram que o governo tomou uma medida que pode provocar mais uma redução nos valores dos combustíveis, a estimativa é que isso aconteça em breve. “A medida que nós tomamos hoje vai abaixar em mais R$ 0,10 e, desta vez vai abaixar o diesel, hein? Boa notícia: até R$ 0,10 a menos no diesel e na gasolina. Com os R$ 0,20 que a Petrobras anunciou, tem aí quase R$ 0,30 a menos na gasolina. Os caminhoneiros e o povo brasileiro agradecem, é uma guerra em que se tem tomar medidas para abaixar os preço!!!!”, comentou.

O chefe de Minas e Energia foi questionado pela imprensa sobre quais medidas seriam tomadas nesta possível redução, respondendo que seria uma medida de prorrogação de cota do CBio, crédito de descarbonização na bolsa de valores e que rende dividendos ao governo. “Vai até setembro do ano que vem agora. Essa medida tem um potencial de reduzir até mais R$ 0,10 na gasolina e no diesel”, comentou Adolfo.