Determinação da justiça

Justiça cancela show milionário de Wesley Safadão no Amazonas

Vitor Caique

A Justiça do Amazonas resolveu suspender um show do cantor Wesley Safadão que aconteceria na 8ª edição do Festival Internacional de Tribos do Alto Solimões (Festisol), em Tabatinga, um município brasileiro no interior do Estado do Amazonas, Região Norte do país. A participação do sertanejo custaria cerca de R$ 700 mil aos cofres públicos do município, e a decisão do cancelamento veio do juiz Edson Rosas, da 1ª vara da cidade.

A apresentação iria acontecer entre os dias 25 a 28 de agosto, sendo alvo de uma Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM). Na decisão, o magistrado se baseou em outros casos julgados pela justiça, citando um show da dupla Bruno e Marrone, que ocorreu em Ucururituba, outro município do Estado, em junho.

A apresentação citada também foi proibida pela justiça. “Defiro o pedido […] ora postulado para determinar a imediata suspensão da realização do show do cantor conhecido como “Wesley Safadão”, programado para ocorrer no VIII FESTISOL, entre os dias 25 e 28 de agosto de 2022, devendo o Município se abster de ordenar e efetuar quaisquer pagamentos com recursos públicos para a dita apresentação artística”, enfatizou.

Em caso de descumprimento da decisão final, o magistrado deixou fixado uma possível multa no valor de R$ 500 mil, autorizando a força policial e apreensão de bens que impeçam à realização do evento, como por exemplo, caixas de som e instrumentos musicais dos artistas. A equipe de Wesley Safadão ainda não falou sobre o assunto.