PAI NOSSO

Jair Bolsonaro engasga após dar discurso em igreja; assista

Adriel Marques

O inesperado aconteceu nesta terça-feira (28), direto de Maceió para o mundo. Jair Messias Bolsonaro (PL), cumpriu compromissos eleitoreiros em Alagoas, preocupando eleitores e fãs após dar um dos seus discursos. O arqui-inimigo de Luiz Inácio Lula da Silva acabou engasgando na frente de todos. De acordo com Plínio Teodoro, jornalista da Revista Fórum, o ocorrido aconteceu durante a oração do Pai Nosso.

Enquanto Jair Bolsonaro fazia uma oração na entrega e obras de restauração, da Igreja do Bom Jesus dos Martírios foi que o “acidente aconteceu”. A situação embaraçosa foi transmitida no Governo Agora, atração exibida pela TV Brasil, emissora financiada pelo governo do país. A transmissão ao vivo já ultrapassou de 3.400 de visualizações no streaming.

“Nós temos o orgulho de ter um presidente que apoia a cultura brasileira! Em nome do presidente cumprimento: Presidente da Câmara, Deputado Arthur Lira; Senador Fernando Collor, que tanto também apoia a causa do patrimônio cultural; Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sr. General Augusto Heleno; Sr. Ministro do Turismo Carlos Brito, que tem sido um grande parceiro nessa caminhada”, disparou uma das apresentadoras do evento.

Recentemente Bolsonaro se envolveu em outra polêmica. A autoridade revelou durante uma entrevista, que ameaçou transferir o médico militar que resistiu a dar cloroquina para ele: “Traz o remédio ou te transfiro para a fronteira agora, democraticamente”. O presidente continuou causando contando os detalhes: “Eu mesmo quando senti o problema, né, chamei o médico. Falei: ‘Ó, tô com os sintomas’. Estava brocha. Daí ele falou: ‘Tá com todos os sintomas'”.

“Pois é, estava meio brocha. E ele falou para mim: ‘Tá com sintomas, vamos fazer o teste’. Falei: ‘Me traz aquele remédio’. ‘Não, não, não’. ‘Médico militar, eu sou capitão’. ‘Não, não, não’. Eu falei: ‘Traz o remédio porque o exame… só vai sair o resultado amanhã, pode ser tarde demais’. ‘Ah, mas protocolos nossos’. Falei: ‘Traz o remédio ou te transfiro para a fronteira agora, democraticamente’. Pronto. Tomei, e no dia seguinte estava bom. Pô, cara, se esperar mais um tempo, já era”, completou Jair Bolsonaro.

#AoVivo: Entrega das Obras de Restauração da Igreja do Bom Jesus dos Martírios (AL)