Saldo positivo

Brasil registra alto número de vagas de empregos em maio

Vitor Caique

O Ministério do Trabalho divulgou nesta terça-feira (28), que o Brasil gerou cerca de 277 mil vagas de empregos com carteira assinada, somente em maio deste ano. Segundo o governo federal, foram registradas no período em média 1,96 milhão de contratações e 1,68 milhão demissões. O resultado representa melhora na comparação ao mês anterior, em abril, quando o saldo positivo foi de 197,4 mil em vagas criadas, e também em relação ao mesmo mês em 2021, quando foram criados 266,3 mil em empregos.

José Carlos Oliveira, ministro do Trabalho e Previdência, falou sobre o feito positivo no último mês, enaltecendo o meta atingida em 2022. “Somente neste ano, já são cerca de 1,05 milhão de novos empregos, sendo que 277,018 apenas em maio. Tínhamos uma projeção, no início do ano, que chegaríamos a a esse total de empregos no fim do ano e conseguimos isso nos cinco primeiros meses de 2022”.

Vale lembrar que mesmo com a evolução mensal do número de vagas, o salário médio de admissão em maio registrou queda de R$ 18,05 (0,94%) em relação a abril, ficando em R$ 1.898,02. O saldo de vagas foi positivo nas cinco atividades econômicas, que foram os focos da pesquisa. Serviços (+120.294 postos), distribuído principalmente nas atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (+49.373 postos); Comércio (+47.557 postos); Indústria (+46.975 postos), concentrado na Indústria de Transformação (+42.081 postos); Construção (+35.445 postos); e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+26.747 postos).

Em todas as regiões brasileiras foram registrados saldos positivos, com o Sudeste liderando a lista de de vagas, com adição de 147.846 postos no mês, em uma alta de 0,69%. Em seguida o Nordeste (+48.847 postos, +0,73%), Centro-Oeste (+33.978 postos, +0,94%), Sul (+25.585 postos, +0,33%) e Norte (+16.091 postos, +0,82%).