SEGUNDA CHANCE

Metrópoles não castiga Léo Dias e faz promessa para abafar polêmica

Adriel Marques

Após polêmicas envolvendo Klara Castanho, publicadas por Léo Dias, o Metrópoles resolveu não punir o jornalista. O colunista do portal recebeu sua redenção e vai continua escrevendo no site, sobre a vida dos famosos. Mesmo cancelado por diversos artistas e colegas de trabalho, Leonardo Antônio permanece publicando pautas sobre celebridades no veículo de comunicação.

Na última terça-feira (28), uma matéria assinada por Lilian Tahan, Priscilla Borges, Otto Valle e Márcia Delgado, deixou bem claro a permanência de Léo Dias no Metrópoles: “No último sábado (25/6), após a publicação da carta de Klara Castanho, Léo Dias escreveu e o Metrópoles publicou matéria sobre o tema, cometendo erro grave ao expor informações sigilosas sobre o caso. Erramos e pedimos perdão à vítima”.

“Desde o fato, o Metrópoles tem sido instado a se posicionar em relação a Léo Dias. Mas não será com a demissão do colunista que pretendemos enfrentar esta questão. Léo Dias não se resume ao erro cometido com Klara Castanho”, continuaram por meio de uma notícia publicada para aliviar o ex-contratado do O DIA. Reunindo matérias apuradas e publicadas pelo ex-Fofocalizando (SBT), a pauta defendendo o comunicador citou nomes como: José Mayer, Dado Dolabella, Luana Piovani, Marcius Melhem, Ximbinha, Joelma, DJ Ivis, Pâmella Holanda, Marília Mendonça, Douglas Souza e Luva de Pedreiro.

Os pontos até então positivos abordados na matéria, foram notícias que viralizaram no Brasil, escritas pelo profissional e sua equipe em sua coluna online: “Essas são apenas algumas das centenas de histórias que Léo Dias contou ao longo de sua carreira. Léo Dias segue publicando suas colunas e entrevistas no Metrópoles”, reforçou o portal defendendo e enaltecendo o comunicador.

Assim como a matéria publicada no Metrópoles, o comunicador também postou um carrossel em seu perfil do Instagram, com o título: “Metrópoles e Léo Dias reforçam compromisso com rigor e ética no jornalismo”. Na mesma publicação, Carlinhos Maia, humorista e influenciador digital fez uma cobrança nos comentários: “Tem que prender o estuprador. Isso não pode ficar assim! O pilantra solto”.